Hiketeia

Um ótimo quadrinho que pode ser encontrado nas bancas esse mês é uma edição especial da Mulher-Maravilha, chamado Hiketeia. A edição especial com 100 páginas (a R$ 7,50) mostra uma mulher que pede a ajuda da Mulher-Maravilha usando o conceito que os antigos gregos chamavam de Hiketeia: ajuda e proteção incondicional por parte de um deus ou semi-deus do panteão olímpico. Só que a mesma mulher também é perseguida pelo Batman, que quer que ela pague por crimes que teria cometido. A confusão está formada: a obrigação moral e divina da amazona contra a obsessão soturna do vigilante de Gotham. A revista foi escrita por um dos melhores argumentistas (se não o melhor) que surgiram nos quadrinhos nos anos 90: Greg Rucka. Autor de algumas histórias de Batman e da sensacional série de espionagem Queen & Country, Rucka é oriundo do universo dos romances policiais (já escreveu diversas novelas do gênero e é bem respeitado pela crítica). Os desenhos são do espetacular J. G. Jones, o mesmo que desenhou Marvel Boy, de Grant Morrison (acreditem, a Mulher-Maravilha nunca foi tão bem desenhada). E a capa, que é simplesmente estrondosa, é do Alex Ross, o mesmo que pintou a série Marvels. Dêem uma olhada e me digam se essa capa não dá uma sensação de felicidade:

Image hosted by Photobucket.com

Um ótimo quadrinho que pode ser encontrado nas bancas esse mês é uma edição especial da Mulher-Maravilha, chamado Hiketeia. A edição especial com 100 páginas (a R$ 7,50) mostra uma mulher que pede a ajuda da Mulher-Maravilha usando o conceito que os antigos gregos chamavam de Hiketeia: ajuda e proteção incondicional por parte de um deus ou semi-deus do panteão olímpico. Só que a mesma mulher também é perseguida pelo Batman, que quer que ela pague por crimes que teria cometido. A confusão está formada: a obrigação moral e divina da amazona contra a obsessão soturna do vigilante de Gotham. A revista foi escrita por um dos melhores argumentistas (se não o melhor) que surgiram nos quadrinhos nos anos 90: Greg Rucka. Autor de algumas histórias de Batman e da sensacional série de espionagem Queen & Country, Rucka é oriundo do universo dos romances policiais (já escreveu diversas novelas do gênero e é bem respeitado pela crítica). Os desenhos são do espetacular J. G. Jones, o mesmo que desenhou Marvel Boy, de Grant Morrison (acreditem, a Mulher-Maravilha nunca foi tão bem desenhada). E a capa, que é simplesmente estrondosa, é do Alex Ross, o mesmo que pintou a série Marvels. Dêem uma olhada e me digam se essa capa não dá uma sensação de felicidade:

Image hosted by Photobucket.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *