Insanidade

Já deu pra perceber que resolvi mudar radicalmente a cara do Hypervoid. Estava achando o blog sério demais e frio como um corredor de uma clínica da Barra conveniada à Golden Cross. Isso quer dizer:
a) Chega de notícias. News só rolarão através de links curtos e, mesmo assim, quando estiverem relacionadas à ARTE (música, cinema, quadrinhos, games, literatura, pintura, Ganesh, vodka). Não vou mais posar de correspondente de guerra do além.
b) Isso passa a ser um exercício da MAIS PURA INSANIDADE. Escreverei o que bem entender por aqui. Se quiser colocar contos de amor uraniano, assim será feito. Se quiser colocar 432 fotos da Trinity, idem. Se quiser postar uma página do Aleister Crowley, ibidem. Liber Terrarum.
c) Yeah.
d) Ainda assim, não é um exercício de egolatria e arrogância. Esses ingredientes são facilmente encontráveis aqui. Ao contrário, sendo menos impessoal, frio e mais Yo, acho que vai ficar mais interessante pra todo mundo.
Bem-vindos ao mundo da a(rt)gressividade gratuita, inútil, caótica e élfica.

Já deu pra perceber que resolvi mudar radicalmente a cara do Hypervoid. Estava achando o blog sério demais e frio como um corredor de uma clínica da Barra conveniada à Golden Cross. Isso quer dizer:
a) Chega de notícias. News só rolarão através de links curtos e, mesmo assim, quando estiverem relacionadas à ARTE (música, cinema, quadrinhos, games, literatura, pintura, Ganesh, vodka). Não vou mais posar de correspondente de guerra do além.
b) Isso passa a ser um exercício da MAIS PURA INSANIDADE. Escreverei o que bem entender por aqui. Se quiser colocar contos de amor uraniano, assim será feito. Se quiser colocar 432 fotos da Trinity, idem. Se quiser postar uma página do Aleister Crowley, ibidem. Liber Terrarum.
c) Yeah.
d) Ainda assim, não é um exercício de egolatria e arrogância. Esses ingredientes são facilmente encontráveis aqui. Ao contrário, sendo menos impessoal, frio e mais Yo, acho que vai ficar mais interessante pra todo mundo.
Bem-vindos ao mundo da a(rt)gressividade gratuita, inútil, caótica e élfica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *