Formatos

Aliás, reclamar da mudança de formato é pura cortina de fumaça. A indústria fonográfica passou por incontáveis mudanças de formato no século passado: rolos de cera, discos de 78 RPM, discos de vinil, singles, fitas cassete, EPs, CDs, DVDs. Nenhum artista reclamou dessas mudanças. Se adaptou a elas. Os Beatles lançaram vários e consistentes álbuns, mas souberam aproveitar comercial e artisticamente o formato dos singles (compactos). É curioso que os artistas só reclamem justamente quando acontece a primeira mudança de formato não planejada pelos seus chefes das gravadoras.

Aliás, reclamar da mudança de formato é pura cortina de fumaça. A indústria fonográfica passou por incontáveis mudanças de formato no século passado: rolos de cera, discos de 78 RPM, discos de vinil, singles, fitas cassete, EPs, CDs, DVDs. Nenhum artista reclamou dessas mudanças. Se adaptou a elas. Os Beatles lançaram vários e consistentes álbuns, mas souberam aproveitar comercial e artisticamente o formato dos singles (compactos). É curioso que os artistas só reclamem justamente quando acontece a primeira mudança de formato não planejada pelos seus chefes das gravadoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *