A Nova Ibiza?

Enquanto a ilha de Ibiza é ameaçada por terroristas bascos do ETA, parece que a Arábia Saudita está disposta a se transformar no novo paraíso de veraneio. O país anunciou essa semana que está abrindo as portas de seu reino a turistas ainda nesse mês de março, oferecendo vistos de turista para visitantes selecionados.

As autoridades árabes esperam que esta política crie mais de 2 milhões de empregos, de acordo com o jornal The Guardian. Mas os costumes locais podem pôr tudo a perder. “O sol e a areia estão garantidos, mas clubbers devem pensar duas vezes antes de ficar nus na praia ou fazer sexo debaixo das palmeiras”, avisa o jornal inglês. “E aqueles que gostam de maconha ou E correm o risco de ter suas cabeças decepadas”.

Exagero? Talvez não. O site do novo Departamento de Turismo da Arábia Saudita chama a atenção para que visitantes pensem duas vezes antes de agendar uma viagem, indicando que “pessoas que não seguirem as tradições sauditas em relação à aparência e comportamento”, “pessoas sob a influência de álcool” e “pessoas de origem judaica” terão seus vistos recusados.

Turistas do sexo feminino também terão restrições: não poderão dirigir, por exemplo, e terão que seguir regras estritas de como se vestir.

Bela “nova Ibiza”. Mas ao menos isso mmostra como a “ameaça terrorista” está nos olhos de quem vê. Espanhóis e bascos ameaçam Ibiza, enquanto árabes abrem suas portas (ainda que desta forma prosaica).

Enquanto a ilha de Ibiza é ameaçada por terroristas bascos do ETA, parece que a Arábia Saudita está disposta a se transformar no novo paraíso de veraneio. O país anunciou essa semana que está abrindo as portas de seu reino a turistas ainda nesse mês de março, oferecendo vistos de turista para visitantes selecionados.

As autoridades árabes esperam que esta política crie mais de 2 milhões de empregos, de acordo com o jornal The Guardian. Mas os costumes locais podem pôr tudo a perder. “O sol e a areia estão garantidos, mas clubbers devem pensar duas vezes antes de ficar nus na praia ou fazer sexo debaixo das palmeiras”, avisa o jornal inglês. “E aqueles que gostam de maconha ou E correm o risco de ter suas cabeças decepadas”.

Exagero? Talvez não. O site do novo Departamento de Turismo da Arábia Saudita chama a atenção para que visitantes pensem duas vezes antes de agendar uma viagem, indicando que “pessoas que não seguirem as tradições sauditas em relação à aparência e comportamento”, “pessoas sob a influência de álcool” e “pessoas de origem judaica” terão seus vistos recusados.

Turistas do sexo feminino também terão restrições: não poderão dirigir, por exemplo, e terão que seguir regras estritas de como se vestir.

Bela “nova Ibiza”. Mas ao menos isso mmostra como a “ameaça terrorista” está nos olhos de quem vê. Espanhóis e bascos ameaçam Ibiza, enquanto árabes abrem suas portas (ainda que desta forma prosaica).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *