Bad Manners

E agora para os maus entendedores:

Percebi duas coisas:

1) Amigos de Internet são fachos de luz, transmitidos entre dois processadores, como mero calor de dados.
Calor se dissipa.

2) O ano que passei sem Internet, em 2002 (acho) foi o ano em que mais produzi. Criei as melhores músicas, escrevi os melhores contos, pensei nos melhores plots, tomei as melhores drogas. A Internet propaga a escravidão à flatulência social. Ao menos o caráter declaradamente social dela. O caráter supostamente individual (como este blog) acaba sendo, paradoxalmente, mais social, mesmo que dependa do social me, myself and I (and now, singing for you tonight, our Lady day… Billie Holiday).

E, não, isso não é triste, for chrissakes. A vida está logo ali, dobrando a esquina. Blog vazio e vida cheia é um estado maior e melhor que o de Internet cheia e vida George Romero.

E não deixem de baixar a magnífica Souvenirs of Raymond, da trilha do cult Girl on a Motorcycle, com os meus tão queridos Marianne Faithfull e Alain Delon. Uma música com esse nome (how cool is that? Souvenirs of Raymond, pensem bem nisso) só pode ser genial e linda. Filme totalmente à frente de seu tempo, dirigido pelo maluco inglês Jack Cardiff em 1968, que simplesmente tem uma cena onde a personagem Rebecca (Marianne, who else?) pensa e diz:

Rebellion is the only thing that keeps you alive!

Sim.

Rebellion is the only thing that keeps you alive.

E agora para os maus entendedores:

Percebi duas coisas:

1) Amigos de Internet são fachos de luz, transmitidos entre dois processadores, como mero calor de dados.
Calor se dissipa.

2) O ano que passei sem Internet, em 2002 (acho) foi o ano em que mais produzi. Criei as melhores músicas, escrevi os melhores contos, pensei nos melhores plots, tomei as melhores drogas. A Internet propaga a escravidão à flatulência social. Ao menos o caráter declaradamente social dela. O caráter supostamente individual (como este blog) acaba sendo, paradoxalmente, mais social, mesmo que dependa do social me, myself and I (and now, singing for you tonight, our Lady day… Billie Holiday).

E, não, isso não é triste, for chrissakes. A vida está logo ali, dobrando a esquina. Blog vazio e vida cheia é um estado maior e melhor que o de Internet cheia e vida George Romero.

E não deixem de baixar a magnífica Souvenirs of Raymond, da trilha do cult Girl on a Motorcycle, com os meus tão queridos Marianne Faithfull e Alain Delon. Uma música com esse nome (how cool is that? Souvenirs of Raymond, pensem bem nisso) só pode ser genial e linda. Filme totalmente à frente de seu tempo, dirigido pelo maluco inglês Jack Cardiff em 1968, que simplesmente tem uma cena onde a personagem Rebecca (Marianne, who else?) pensa e diz:

Rebellion is the only thing that keeps you alive!

Sim.

Rebellion is the only thing that keeps you alive.

Um pensamento em “Bad Manners”

  1. Hmmmm… não sou só eu que desconfio da volatilidade dos relacionamentos internéticos. Bom. Não me sinto tão avis rara.Posted by Norrin K at 9:30 Tuesday November 11, 2005

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *