549º lugar: Donnie Darko

EUA, 2001.

De Richard Kelly.
Com Jake Gyllenhaal, Maggie Gyllenhaal, Patrick Swayze e Drew Barrymore.

Filme esquisitíssimo, onde um adolescente disfuncional tem visões de um coelho gigante, que podem – ou não – ser provocadas pelos fortes remédios que ele toma. O rapaz dodói bebeça passa a realizar pequenos atos de subversão em sua cidadezinha, até perceber que a coisa toda envolve viagens no tempo e conceitos estranhos da física moderna. O filme se passa nos anos 80 e isso rende ambientações típicas dessa época. A trilha sonora inclui clássicos de Echo & The Bunnymen, Duran Duran e Tears for Fears. Boas atuações e uma direção, digamos, particular (que funciona muito bem na maioria das vezes). Produzido por Drew Barrymore, que aparece no papel de uma professora. O filme foi rodado em apenas 28 dias, que também é o tempo exato em que transcorre a história, com uma verba de apenas 5 milhões de dólares.

EUA, 2001.

De Richard Kelly.
Com Jake Gyllenhaal, Maggie Gyllenhaal, Patrick Swayze e Drew Barrymore.

Filme esquisitíssimo, onde um adolescente disfuncional tem visões de um coelho gigante, que podem – ou não – ser provocadas pelos fortes remédios que ele toma. O rapaz dodói bebeça passa a realizar pequenos atos de subversão em sua cidadezinha, até perceber que a coisa toda envolve viagens no tempo e conceitos estranhos da física moderna. O filme se passa nos anos 80 e isso rende ambientações típicas dessa época. A trilha sonora inclui clássicos de Echo & The Bunnymen, Duran Duran e Tears for Fears. Boas atuações e uma direção, digamos, particular (que funciona muito bem na maioria das vezes). Produzido por Drew Barrymore, que aparece no papel de uma professora. O filme foi rodado em apenas 28 dias, que também é o tempo exato em que transcorre a história, com uma verba de apenas 5 milhões de dólares.

5 pensamentos em “549º lugar: Donnie Darko”

  1. Ainda acho que temos que assistir de novo. Quemsabe ele sobre um pouco no seu conceito e desce um pouco no meu… ;DE parece que o diretor é meio surtado. Na versão “Director’s cut” ele tirou Echo and the Bunnymen e botou INXS em uma das melhores cenas lá…Posted by carol at 2:33 Thursday April 24, 2006

  2. “sobe um pouco no seu conceito e desce um pouco no meu”.

    Ahahahahah, que coisa mais engraçada!

    E, putz, atrasei, atrasei e parece que entrou no dia mais apropriado para o filme. ; )Posted by Alexandre Mandarino(www) at 20:54 Friday April 24, 2006

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *