Primeiro de Abril

Conhecido como o Dia da Mentira ou Dia dos Tolos (“April Fools”), o Primeiro de Abril tem uma origem obscura. A teoria mais aceita garante que o significado da data surgiu em 1582, quando a França adotou o calendário gregoriano, que mudou o Dia de Ano Novo para o início de janeiro (era no final de março).

Reza a lenda que algumas pessoas, por ignorância, teimosia ou ambos, continuaram a celebrar o Ano Novo no Primeiro de Abril, fazendo papel de tolas. Isso teria se tornado uma tradição anual e supostamente se espraiado por toda a Europa. Mas essa teoria não leva em consideração que registros de épocas mais antigas já davam conta de tolices sistematicamente praticadas neste período ao longo de toda a Antiguidade. Os romanos, por exemplo, celebravam um festival a 25 de março chamado Hilária, marcando a ocasião com mascaradas e “boas tolices em geral”. Holi, o festival hindu das cores, acontecia no início de março e era pautado pela “frouxidão das amarras sociais”.

O mais provável é que as pessoas simplesmente ficassem alegres e “bobas” graças a uma ocasião mais singela: a chegada da primavera.

Eu sei, porque estou alegre e bobo, por vários motivos. O principal deles foi um acontecimento que marcou este Primeiro de Abril para mim – e a companhia maravilhosa que estava comigo. Spring has many faces.

Fool yourselves, all of you.

Conhecido como o Dia da Mentira ou Dia dos Tolos (“April Fools”), o Primeiro de Abril tem uma origem obscura. A teoria mais aceita garante que o significado da data surgiu em 1582, quando a França adotou o calendário gregoriano, que mudou o Dia de Ano Novo para o início de janeiro (era no final de março).

Reza a lenda que algumas pessoas, por ignorância, teimosia ou ambos, continuaram a celebrar o Ano Novo no Primeiro de Abril, fazendo papel de tolas. Isso teria se tornado uma tradição anual e supostamente se espraiado por toda a Europa. Mas essa teoria não leva em consideração que registros de épocas mais antigas já davam conta de tolices sistematicamente praticadas neste período ao longo de toda a Antiguidade. Os romanos, por exemplo, celebravam um festival a 25 de março chamado Hilária, marcando a ocasião com mascaradas e “boas tolices em geral”. Holi, o festival hindu das cores, acontecia no início de março e era pautado pela “frouxidão das amarras sociais”.

O mais provável é que as pessoas simplesmente ficassem alegres e “bobas” graças a uma ocasião mais singela: a chegada da primavera.

Eu sei, porque estou alegre e bobo, por vários motivos. O principal deles foi um acontecimento que marcou este Primeiro de Abril para mim – e a companhia maravilhosa que estava comigo. Spring has many faces.

Fool yourselves, all of you.

5 pensamentos em “Primeiro de Abril”

  1. Sim!!!!! Rito de passagem total!!

    E, tricksters, you know, provavelmente nascem rindo. ; )Posted by Alexandre Mandarino(www) at 1:32 Monday May 4, 2006

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *