Terra-2

O Departamento de Defesa norte-americano está criando uma versão sua na Contra-Terra. Usando super-computadores, os milicos estão criando uma simulação para rodar diferentes situações. Quanto tempo uma pessoa pode viver sem água ou comida; como as pessoas respondem a propagandas na televisão. Enfim, uma versão cascuda e gigante do The Sims, na prática, com algoritmos complexos e milhares de possibilidades de resposta e combinações de reações e comportamento. Os mais cínicos (como eu, em alguns dias do mês) podem alegar que “ué, os militares e as corporações já não fazem isso com a gente?”. Sim, mas assim eles podem aprender a fazer melhor (viu? Também sabemos usar contra vocês a lógica “quem joga GTA vai sair matando pessoas”. Touché).

Mas, bom, o sistema terá bilhões de nodos, projetados para representar cada homem, mulher ou criança (inclusive você).  Chamado de Sentient World Simulation (SWS), o sistema é criado pela Simulex, que já tem em seu rol de clientes o gigante farmacêutico Eli Lilly e a aeronáutica Lockheed Martin. A versão dos militares, JFCOM-9, já pode rodar simulações de até 62 países, incluindo, claro, Iraque, China e Afeganistão. A simulação inclui notícias importantes, dados do censo, indicadores econômicos e mudanças climáticas da vida real, que é combinada com informações especiais obtidas pela comunidade secreta de contra-inteligência.

O Departamento de Defesa norte-americano está criando uma versão sua na Contra-Terra. Usando super-computadores, os milicos estão criando uma simulação para rodar diferentes situações. Quanto tempo uma pessoa pode viver sem água ou comida; como as pessoas respondem a propagandas na televisão. Enfim, uma versão cascuda e gigante do The Sims, na prática, com algoritmos complexos e milhares de possibilidades de resposta e combinações de reações e comportamento. Os mais cínicos (como eu, em alguns dias do mês) podem alegar que “ué, os militares e as corporações já não fazem isso com a gente?”. Sim, mas assim eles podem aprender a fazer melhor (viu? Também sabemos usar contra vocês a lógica “quem joga GTA vai sair matando pessoas”. Touché).

 

Mas, bom, o sistema terá bilhões de nodos, projetados para representar cada homem, mulher ou criança (inclusive você).  Chamado de Sentient World Simulation (SWS), o sistema é criado pela Simulex, que já tem em seu rol de clientes o gigante farmacêutico Eli Lilly e a aeronáutica Lockheed Martin. A versão dos militares, JFCOM-9, já pode rodar simulações de até 62 países, incluindo, claro, Iraque, China e Afeganistão. A simulação inclui notícias importantes, dados do censo, indicadores econômicos e mudanças climáticas da vida real, que é combinada com informações especiais obtidas pela comunidade secreta de contra-inteligência.

1 pensamento em “Terra-2”

  1. Não levo muita fé. Sempre há um fator imprevisível atrapalhando os cálculos e previsões. Será que eles pretendem criar uma versão da psicohistória de Seldon? Toda vez que se tentou não deu certo, o mundo transcende qualquer modelo criado até hoje.

    Tomara que eu esteja certo. Há consequências desagradaveis se não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *