Spams gastam energia absurda

A circulação dos spams consome 33 bilhões de kilowatts/hora por ano, o que seria o bastante para suprir com energia elétrica 2,4 milhões de casas ao longo do mesmo período. Os dados são fruto de uma pesquisa realizada pela McAfee, que calcula que 62 trilhões de e-mails indesejados foram enviados em 2008.

Mais da metade da energia consumida pelos spams é provocada pelos usuários, que perdem tempo no computador selecionando e apagando spams e procurando as mensagens relevantes. Sistemas anti-spam economizariam 135 bilhões de kilowatts/hora por ano, o que teria o mesmo impacto ambiental da retirada de 13 milhões de carros das ruas naquele ano.

O que torna , claro, a prática de enviar spams ainda mais cretina do que já era.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *