Will Wright deixa a EA

O game designer Will Wright, criador da série The Sims, deixou a Electronic Arts. Wright vai se dedicar totalmente ao seu Stupid Fun Club, espécie de “think tank” ligado ao entretenimento que ele mantém em Berkeley. O Club foi fundado por ele há vários anos com a intenção de construir e testar novas idéias na área de robótica, mas agora se auto-descreve como “desenvolvendo novas propriedades intelectuais para ser explowrightradas em múltiplas frentes, como games, filmes, televisão, internet e brinquedos”. Ou seja: decidiram ganhar grana (ainda bem).

O detalhe curioso é que, como parte do acordo que envolve a saída de Wright de seus quadros, a EA vai comprar uma parte igual do Stupid Fun Club, o que a tornará, ao lado de Wright, a principal acionista. A Electronic Arts se reservará o direito de ser a primeira a receber a oferta de publicar qualquer game que saia dali. Em 1997, a EA já havia comprado a primeira companhia de Wright, a desenvolvedora Maxis, por 125 milhões de dólares. Com estas novas negociações, Wright está com certeza bem rico.

O acordo parece ótimo para as duas partes: Wright ganha a necessária injeção de grana e logística para tocar o Fun Club e a EA de lambuja recebe seu próprio laboratório de cientista louco, mantendo Wright ao seu alcance. Vamos ver o que sai daí, já que – ao contrário do delicioso e revolucionário The Sims – o último game de Wright, Spore, deixou bastante a desejar, ao menos em relação ao montante do hype que levantou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *