Camisa traz Wii em camadas

wiishirt

Via GamOvr

Morre co-criador do D&D

Um ano após o falecimento de Gary Gygax, criador do seminal RPG Dungeons & Dragons, chega a vez da partida do co-criador do sistema, Dave Arneson. Aos 61 anos, Dave faleceu na noite desta terça-feira. Dave morreu dormindo, após um longo rolar de dados contra o câncer. Quer alguém ame ou odeie RPGs, a verdade é que Dungeons & Dragons é importantíssimo para a tradição do storytelling como um todo. Depois de Tolkien foram poucas as que criaram universos relevantes no terreno da alta fantasia, com mundos consistentes e repletos de um lore particular. É mesmo difícil apontar um RPG criado nos últimos 30 anos, seja em tabuleiro, livro-jogo, computador ou MMO, que não tenha sido maciçamente influenciado pela ambientação ou pelas regras de D&D e sua (i)lógica interna.

Will Wright deixa a EA

O game designer Will Wright, criador da série The Sims, deixou a Electronic Arts. Wright vai se dedicar totalmente ao seu Stupid Fun Club, espécie de “think tank” ligado ao entretenimento que ele mantém em Berkeley. O Club foi fundado por ele há vários anos com a intenção de construir e testar novas idéias na área de robótica, mas agora se auto-descreve como “desenvolvendo novas propriedades intelectuais para ser explowrightradas em múltiplas frentes, como games, filmes, televisão, internet e brinquedos”. Ou seja: decidiram ganhar grana (ainda bem).

O detalhe curioso é que, como parte do acordo que envolve a saída de Wright de seus quadros, a EA vai comprar uma parte igual do Stupid Fun Club, o que a tornará, ao lado de Wright, a principal acionista. A Electronic Arts se reservará o direito de ser a primeira a receber a oferta de publicar qualquer game que saia dali. Em 1997, a EA já havia comprado a primeira companhia de Wright, a desenvolvedora Maxis, por 125 milhões de dólares. Com estas novas negociações, Wright está com certeza bem rico.

O acordo parece ótimo para as duas partes: Wright ganha a necessária injeção de grana e logística para tocar o Fun Club e a EA de lambuja recebe seu próprio laboratório de cientista louco, mantendo Wright ao seu alcance. Vamos ver o que sai daí, já que – ao contrário do delicioso e revolucionário The Sims – o último game de Wright, Spore, deixou bastante a desejar, ao menos em relação ao montante do hype que levantou.

Maioria dos gamers são mulheres

Uma pesquisa realizada pelo grupo Nielsen, que trata de análise de mídia, garante que mulheres entre 25 e 54 anos compõem o maior grupo de gamers de PC. Sim, parece espantoso, mas elas respondem por 29% deste universo de jogadores, ao passo que homens da mesma idade representam 2o%. Um software de pesquisa foi instalado nos PCs de 184 mil voluntários para a pesquisa, realizada apenas na América do Norte (claro).

Outra descoberta surpreendente é o fato de que mulheres com idade superior a 55 anos gastam em média mais tempo jogando do que homens – e mulheres – entre 25 e 54 anos. Este detalhe se deve aos games que vêm embutidos no Windows, como Copas, Campo Minado e Paciência – este último o game mais jogado, o que explica a catapultagem (epa) das pós-pós-balzacas lá para cima.

Mais dados podem ser checados no relatório original.

win-solitaire 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Solitaire, o mais jogado? Bom, paciência.

Shadow of the Colossus virará filme

Shadow of the ColossusO ótimo game Shadow of the Colossus, sequência do seminal Ico, será transformado em filme e o roteiro, ao que tudo indica, está sendo escrito por Justin Marks, o mesmo que escreveu Street Fighter: The Legend of Chun-Li (hum… Sei não, hein?). A idéia é transformar Shadow em uma espécie de Senhor dos Anéis, uma saga de alta fantasia. Para que a história original funcione dessa maneira, terão que transformar personagens pequenos em coadjuvantes, já que a trama do game é focada em poucos protagonistas.

Claro, tudo ainda está apenas na fase incial. Shadow of the Colossus é, na minha opinião, um dos games mais esteticamente bonitos e empolgantes já feitos, com influências surrealistas e uma ambientação onírica. Mas… filmes baseados em games têm sido, sem exceção, horrendos.

Capa do GTA IV

A Rockstar divulgou hoje a capa do GTA IV e para isso utilizou um ótimo vídeo onde as imagens são pintadas em uma parede. O estilo do desenho é diferente do utilizado nos GTA’s anteriores, mais “realista” e menos pop-vetorial, mas funciona bem.

A Rockstar divulgou hoje a capa do GTA IV e para isso utilizou um ótimo vídeo onde as imagens são pintadas em uma parede. O estilo do desenho é diferente do utilizado nos GTA’s anteriores, mais “realista” e menos pop-vetorial, mas funciona bem.

 

 

 

Nintendo ensinará sobre vinhos

600732-3361-cp A Nintendo continua apresentando títulos inusitados para sua plataforma portátil Nintendo DS. Agora é a vez do jogo Beginners Wine DS, que ensinará os jogadores a reconhecer e apreciar um bom vinho.  Os jogos para fins educativos ou que se posicionam além da mera diversão são um ponto forte da nova estratégia da Nintendo, que com isso claramente quer formar um público até então alheio ao mundo dos games. A empresa japonesa já lançou tutoriais culinários, jogos para exames de vista, treino de memória, testes de raciocínio e detectores de mentira.

Beginners Wine DS está sendo desenvolvido pela Square Enix, a mesma criadora da série Final Fantasy. O jogo tutorial ensinará os jogadores a escolher a garrafa certa de vinho e a degustar a bebida corretamente, através de um banco de dados com informações sobre mais de 120 garrafas e um glossárioi, além de testes e dicas. O game será lançado no Japão no dia 15 de novembro.

Ao contrário da Microsoft e da Sony, que parecem estar investindo apenas no mercado de hardcore gamers, a Nintendo tem conseguido bons resultados apostando no casual gamer e até mesmo no não-gamer: seu console Wii é mais vendido que o Xbox 360 e que o PS3 e o portátil Nintendo DS, ainda que não seja um gadget tão completo quanto o PSP, vem recebendo um belo aporte de títulos distintos dos games tradicionais. A Nintendo tem sido a primeira a perceber as vastas possibilidades de um console portátil. Nada mal para uma empresa criada no século XIX.

A Nintendo continua apresentando títulos inusitados para sua plataforma portátil Nintendo DS. Agora é a vez do jogo Beginners Wine DS, que ensinará os jogadores a reconhecer e apreciar um bom vinho.  Os jogos para fins educativos ou que se posicionam além da mera diversão são um ponto forte da nova estratégia da Nintendo, que com isso claramente quer formar um público até então alheio ao mundo dos games. A empresa japonesa já lançou tutoriais culinários, jogos para exames de vista, treino de memória, testes de raciocínio e detectores de mentira.

Beginners Wine DS está sendo desenvolvido pela Square Enix, a mesma criadora da série Final Fantasy. O jogo tutorial ensinará os jogadores a escolher a garrafa certa de vinho e a degustar a bebida corretamente, através de um banco de dados com informações sobre mais de 120 garrafas e um glossárioi, além de testes e dicas. O game será lançado no Japão no dia 15 de novembro.

Ao contrário da Microsoft e da Sony, que parecem estar investindo apenas no mercado de hardcore gamers, a Nintendo tem conseguido bons resultados apostando no casual gamer e até mesmo no não-gamer: seu console Wii é mais vendido que o Xbox 360 e que o PS3 e o portátil Nintendo DS, ainda que não seja um gadget tão completo quanto o PSP, vem recebendo um belo aporte de títulos distintos dos games tradicionais. A Nintendo tem sido a primeira a perceber as vastas possibilidades de um console portátil. Nada mal para uma empresa criada no século XIX.

Japoneses usam Nintendo DS em salas de aula

Professores no Japão estão realizando um curioso experimento em suas salas de aula, lançando mãos de consoles como o portátil Nintendo DS para auxiliar no aprendizado dos alunos. O mais legal é que o rendimento dos alunos que estão participando aumentou em 40%.

Em Tóquio, por exemplo, uma escola está usando o DS para aulas extra-curriculares de matemática aos sábados e alunos que apresentavam problemas com essa disciplina melhoraram bastante – um deles, de 12 anos de idade, fez 45 contas de multiplicação em 15 minutos, se destacando como o melhor da sala. O menino usou o DS com uma caneta especial para a tela do console. O detalhe é que o Nintendo DS custa 15 vezes menos que um PC, o que o transforma numa ferramente econômica de ensino.

Pela foto, o Nintendo Ds funciona como uma versão hi-tech de um bloco de notas, mas é incrível o que uma mudança no suporte utilizado promove. Claro, McLuhan tinha toda a razão. Fazer contas usando uma caneta-mouse e a tela de um console de games, para uma geração acostumada a traduzir este aparelho como diversão, é muito mais estimulante que fazer o mesmo com papel e lápis.

Professores no Japão estão realizando um curioso experimento em suas salas de aula, lançando mãos de consoles como o portátil Nintendo DS para auxiliar no aprendizado dos alunos. O mais legal é que o rendimento dos alunos que estão participando aumentou em 40%.

 

Em Tóquio, por exemplo, uma escola está usando o DS para aulas extra-curriculares de matemática aos sábados e alunos que apresentavam problemas com essa disciplina melhoraram bastante – um deles, de 12 anos de idade, fez 45 contas de multiplicação em 15 minutos, se destacando como o melhor da sala. O menino usou o DS com uma caneta especial para a tela do console. O detalhe é que o Nintendo DS custa 15 vezes menos que um PC, o que o transforma numa ferramente econômica de ensino.

 

Pela foto, o Nintendo Ds funciona como uma versão hi-tech de um bloco de notas, mas é incrível o que uma mudança no suporte utilizado promove. Claro, McLuhan tinha toda a razão. Fazer contas usando uma caneta-mouse e a tela de um console de games, para uma geração acostumada a traduzir este aparelho como diversão, é muito mais estimulante que fazer o mesmo com papel e lápis.

Vídeo explica a guerra dos games em quatro minutos

Esta animação em Flash consegue a proeza de explicar o que está acontecendo com a sétima geração de consoles (PS3, Xbox 360 e Wii) em apenas quatro minutos, contendo informações que poderiam se espraiar por uns bons 20 minutos e wit de sobra. Muito bom.

Esta animação em Flash consegue a proeza de explicar o que está acontecendo com a sétima geração de consoles (PS3, Xbox 360 e Wii) em apenas quatro minutos, contendo informações que poderiam se espraiar por uns bons 20 minutos e wit de sobra. Muito bom.

 

Game Over?

Adorei essa camiseta:

Ela é o resultado de um concurso e pode ser comprada aqui por 17 dólares.

Adorei essa camiseta:

Ela é o resultado de um concurso e pode ser comprada aqui por 17 dólares.