DC perde os limites

OK, essa para mim é a proverbial line in the sand: não dou mais um centavo para a DC. Há duas décadas já não compro os quadrinhos da DC mesmo em sua forma mensal, mas ainda comprava encadernados. Com exceção da Vertigo, que paga royalties aos autores, nem isso mais vou comprar. E nem vou ao cinema ver filmes da DC (coisa que tb já não fazia desde Man of Steel). Isso, a volta de Tom Strong na ridícula revista do Plastic Man, o que estão fazendo com Watchmen em Doomsday Clock, a DC só consegue me dar engulhos. Vale a pena ler essa matéria, o final dela faz pensar e é totalmente magicaos. Espero mesmo que algo do tipo aconteça.
Agora, uma coisa que ainda não vi dizerem é a culpa do Jim Lee nisso tudo. Afinal, Moore criou os personagens da ABC para a Wildstorm de Lee, justo pq não queria mais nada com a DC. Aí anos depois Lee primeiro leva a Wildstorm para a DC; e agora como editor-chefe ele tem feito essas merdas todas. Jim Lee, como todos aqueles caras da Image original, é um tremendo mercenário.
Com a saída de Paul Levitz, a DC finalmente conseguiu fazer tombar todos os limites em relação aos personagens criados por Alan Moore.
https://www.bleedingcool.com/2018/01/18/jh-williams-iii-promethea-justice-league/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *