Aeon Flux

Bacana! Parece que vão fazer um filme baseado na série Aeon Flux, aquele “anime norte-americano” que passava na MTV anos atrás. E mais: as externas deverão ser totalmente filmadas em… Brasília! Sim, os produtores do filme querem rodar as cenas da personagem criada pelo animador Peter Cheung na capital federal. Se isso acontecer, será a primeira vez que um blockbuster com verba milionária será filmado em alguma cidade brasileira. Mas… o principal problema são as autoridades da cidade. Como disse um dos produtores do filme, “Brasília não tem concorrentes na nossa lista. Visitamos a cidade e ela tem o look e o clima futurista de que precisamos. Mas o grande inimigo de Brasília tem sido… Brasília. A única coisa que pode nos demover dessa idéia é a incrível burocracia que estamos encontrando”.

Nem vou falar nada sobre como isso seria ótimo para o turismo, imagem no exterior, etc.

Minha querida Aeon Flux, em sua versão original animada por Peter Cheung:
Image hosted by Photobucket.com

Bacana! Parece que vão fazer um filme baseado na série Aeon Flux, aquele “anime norte-americano” que passava na MTV anos atrás. E mais: as externas deverão ser totalmente filmadas em… Brasília! Sim, os produtores do filme querem rodar as cenas da personagem criada pelo animador Peter Cheung na capital federal. Se isso acontecer, será a primeira vez que um blockbuster com verba milionária será filmado em alguma cidade brasileira. Mas… o principal problema são as autoridades da cidade. Como disse um dos produtores do filme, “Brasília não tem concorrentes na nossa lista. Visitamos a cidade e ela tem o look e o clima futurista de que precisamos. Mas o grande inimigo de Brasília tem sido… Brasília. A única coisa que pode nos demover dessa idéia é a incrível burocracia que estamos encontrando”.

Nem vou falar nada sobre como isso seria ótimo para o turismo, imagem no exterior, etc.

Minha querida Aeon Flux, em sua versão original animada por Peter Cheung:
Image hosted by Photobucket.com

Leiji Matsumoto em Cannes

O desenhista japonês Leiji Matsumoto (criador da clássica série de anime Patrulha Estelar) apresentará nesta edição do Festival de Cannes um curta-metragem de animação feito em parceria com o duo techno francês Daft Punk. O nome do trabalho é Interstella 5555.
(Dados do Omelete, que tem uma imagem do desenho).

O desenhista japonês Leiji Matsumoto (criador da clássica série de anime Patrulha Estelar) apresentará nesta edição do Festival de Cannes um curta-metragem de animação feito em parceria com o duo techno francês Daft Punk. O nome do trabalho é Interstella 5555.
(Dados do Omelete, que tem uma imagem do desenho).

O desenhista francês Moebius sempre esteve ligado ao cinema. Jean Giraud fez o design de O Quinto Elemento e do primeiro Alien e ainda esteve envolvido na primeira versão de Duna (a adaptação do romace de Paul Schrader), que acabou não sendo levada a cabo – David Lynch acabou dirigindo a versão que chegou às telas, sem as alucinações visuais de Moebius. Mas faltava algo. Esse algo chega à TV francesa no dia 1º de setembro de 2002: é a série Arzak Rhapsody, inteiramente concebida, escrita, desenhada e dirigida por Giraud. Tudo em cada um dos episódios será desenhado e colorido pelo próprio Moebius (no Photoshop) e depois animado através do programa Flash 5 pelo Millimages Online, um dos maiores estúdios de animação da França. O preço total da série deverá ficar em torno de 3.500.00 francos. Vejam aí duas das imagens da série: 

Arzak - pagina 4

Arzak - pagina