Sunday, June 22, 2003 at 12:25 PM

E a Bélgica acaba de descriminalizar a cannabis. Deve ser o cheiro que vem da vizinha, a Holanda.

E a Bélgica acaba de descriminalizar a cannabis. Deve ser o cheiro que vem da vizinha, a Holanda.

Faroeste

Mais ônibus incendiados aqui no Rio. Mais vitrines metralhadas. Mais uma granada explode em frente ao Rio Sul.
Sinceramente, o Rio chegou ao fim da sua trajetória.
E tudo isso financiado pelos mesmos viciados em cocaína que reclamam da violência. É bizarramente estapafúrdio como os mesmos sujeitos que sobem ao morro para comprar pó e maconha, dando assim para os traficantes a grana necessária para que eles matem, estuprem, assaltem e roubem, conseguem ter a cara de pau de ir a passeatas pela paz.
Se tivessem legalizado logo essas merdas, o Rio não estaria hoje totalmente controlado por assassinos. Faroeste para o século XXI e olho para o lado andando na rua e tem uma menininha de classe média com a sigla “Farc” tatuada na perna. Lindo: assim como o “rock”, a “liberdade” e o “sexo”, a “esquerda” virou mais um artefato distorcido nas mãos e mentes burras das pessoas-massas de manobra. Tudo o que temos está sendo usado e cuspido de volta contra nós – e com um sentido perversamente distorcido, de brinde.
Beleza, se essa é a noção de liberdade que as pessoas têm, não contem comigo. A única liberdade que elas possuem é a liberdade do controle total por parte do governo. Vão em frente.

Mais ônibus incendiados aqui no Rio. Mais vitrines metralhadas. Mais uma granada explode em frente ao Rio Sul.
Sinceramente, o Rio chegou ao fim da sua trajetória.
E tudo isso financiado pelos mesmos viciados em cocaína que reclamam da violência. É bizarramente estapafúrdio como os mesmos sujeitos que sobem ao morro para comprar pó e maconha, dando assim para os traficantes a grana necessária para que eles matem, estuprem, assaltem e roubem, conseguem ter a cara de pau de ir a passeatas pela paz.
Se tivessem legalizado logo essas merdas, o Rio não estaria hoje totalmente controlado por assassinos. Faroeste para o século XXI e olho para o lado andando na rua e tem uma menininha de classe média com a sigla “Farc” tatuada na perna. Lindo: assim como o “rock”, a “liberdade” e o “sexo”, a “esquerda” virou mais um artefato distorcido nas mãos e mentes burras das pessoas-massas de manobra. Tudo o que temos está sendo usado e cuspido de volta contra nós – e com um sentido perversamente distorcido, de brinde.
Beleza, se essa é a noção de liberdade que as pessoas têm, não contem comigo. A única liberdade que elas possuem é a liberdade do controle total por parte do governo. Vão em frente.

Camunjunkies

Ativistas pelos direitos dos animais estão putos com cientistas da Universidade de Cambridge, que escaparam ilesos de um processo criminal movido contra eles por terem drogado camundongos e depois os matado com músicas do Prodigy em altíssimo volume. “É revoltante. Eles deveriam ser condenados por crueldade contra os animais”, disse Wendy Higgins, da União Britânica pela Abolição da Vivissecção. Sete camundongos morreram na experiência. Os cientistas injetaram metanfetamina em 40 camundongos e depois os forçaram a escutar quatro horas de Prodigy a 95 decibéis. Os cientistas receberam apenas uma reprimenda da universidade.
Deviam injetar metanfetamina nesses caras e forçá-los a ouvir, sei lá, Rob Zombie por 48 horas.
(Dados da Lotus).

Ativistas pelos direitos dos animais estão putos com cientistas da Universidade de Cambridge, que escaparam ilesos de um processo criminal movido contra eles por terem drogado camundongos e depois os matado com músicas do Prodigy em altíssimo volume. “É revoltante. Eles deveriam ser condenados por crueldade contra os animais”, disse Wendy Higgins, da União Britânica pela Abolição da Vivissecção. Sete camundongos morreram na experiência. Os cientistas injetaram metanfetamina em 40 camundongos e depois os forçaram a escutar quatro horas de Prodigy a 95 decibéis. Os cientistas receberam apenas uma reprimenda da universidade.
Deviam injetar metanfetamina nesses caras e forçá-los a ouvir, sei lá, Rob Zombie por 48 horas.
(Dados da Lotus).