Idade

Aos 36, acho que devo gostar deste resultado:


You Are 23 Years Old


Under 12: You are a kid at heart. You still have an optimistic life view – and you look at the world with awe.

13-19: You are a teenager at heart. You question authority and are still trying to find your place in this world.

20-29: You are a twentysomething at heart. You feel excited about what’s to come… love, work, and new experiences.

30-39: You are a thirtysomething at heart. You’ve had a taste of success and true love, but you want more!

40+: You are a mature adult. You’ve been through most of the ups and downs of life already. Now you get to sit back and relax.

Aos 36, acho que devo gostar deste resultado:


You Are 23 Years Old


Under 12: You are a kid at heart. You still have an optimistic life view – and you look at the world with awe.

13-19: You are a teenager at heart. You question authority and are still trying to find your place in this world.

20-29: You are a twentysomething at heart. You feel excited about what’s to come… love, work, and new experiences.

30-39: You are a thirtysomething at heart. You’ve had a taste of success and true love, but you want more!

40+: You are a mature adult. You’ve been through most of the ups and downs of life already. Now you get to sit back and relax.

 

“Brains…”


You Are 45% Left Brained, 55% Right Brained


The left side of your brain controls verbal ability, attention to detail, and reasoning.
Left brained people are good at communication and persuading others.
If you’re left brained, you are likely good at math and logic.
Your left brain prefers dogs, reading, and quiet.

The right side of your brain is all about creativity and flexibility.
Daring and intuitive, right brained people see the world in their unique way.
If you’re right brained, you likely have a talent for creative writing and art.
Your right brain prefers day dreaming, philosophy, and sports.


You Are 45% Left Brained, 55% Right Brained


The left side of your brain controls verbal ability, attention to detail, and reasoning.

Left brained people are good at communication and persuading others.

If you’re left brained, you are likely good at math and logic.

Your left brain prefers dogs, reading, and quiet.

The right side of your brain is all about creativity and flexibility.

Daring and intuitive, right brained people see the world in their unique way.

If you’re right brained, you likely have a talent for creative writing and art.

Your right brain prefers day dreaming, philosophy, and sports.

 

Perfil Musical

O Ock-Tock me passou essa e resolvi responder também. Vamos lá:

Volume de músicas no meu computador
Quase nada. Geralmente eu gravo logo em CDs o que eu acabei de baixar. Confesso que uso a Internet mais para ouvir rádios programáveis, daquelas que você escolhe a programação, do que baixar músicas.

O último CD que comprei
Uma coletânea de disco-punk, da gravadora DFA, com LCD Soundsystem, Rapture e um monte de outras coisas.

Música tocando no momento
Neste exato momento nenhuma, mas a última que ouvi foi Nighttrain, do Public Enemy, ontem.

Cinco músicas que tenho ouvido bastante nos últimos dias
LCD Soundsystem – Daft Punk is Playing at My House
Basement Jaxx – Kish Kash
Metric – Combat Baby
Richard Hell – Blank Generation
N.W.A. – Fuck the Police

Copiem as perguntas e respondam nos seus blogs!

O Ock-Tock me passou essa e resolvi responder também. Vamos lá:

Volume de músicas no meu computador
Quase nada. Geralmente eu gravo logo em CDs o que eu acabei de baixar. Confesso que uso a Internet mais para ouvir rádios programáveis, daquelas que você escolhe a programação, do que baixar músicas.

O último CD que comprei
Uma coletânea de disco-punk, da gravadora DFA, com LCD Soundsystem, Rapture e um monte de outras coisas.

Música tocando no momento
Neste exato momento nenhuma, mas a última que ouvi foi Nighttrain, do Public Enemy, ontem.

Cinco músicas que tenho ouvido bastante nos últimos dias
LCD Soundsystem – Daft Punk is Playing at My House
Basement Jaxx – Kish Kash
Metric – Combat Baby
Richard Hell – Blank Generation
N.W.A. – Fuck the Police

Copiem as perguntas e respondam nos seus blogs!

Pro Brejo

Feudalismo
Você tem duas vacas. Seu Senhor fica com parte do leite.

Socialismo Ideal
Você tem duas vacas. O Governo as confisca e as coloca em um sítio com as vacas de todas as outras pessoas. Você precisa tomar conta de todas as vacas. O Governo lhe fornce todo o leite de que você precisa.

Socialismo Burocrático
Você tem duas vacas. O Governo as confisca e elas são colocadas em um sítio com as vacas de todas as outras pessoas. Ex-criadores de galinhas são chamados para cuidar das vacas. Você precisa tomar conta das galinhas que antes pertenciam aos criadores de galinhas. O Governo lhe dá todo o leite e ovos que os regulamentos dizem que você precisa.

Fascismo
Você tem duas vacas. O Governo toma as duas, emprega você para tomar conta delas e lhe vende o leite.

Comunismo Ideal
Você tem duas vacas. Seus vizinhos o ajudam a tomar conta delas e todos vocês dividem o leite.

Comunismo do Mundo Real
Você compartilha duas vacas com os seus vizinhos. Você e seus vizinhos brigam para decidir quem tem mais “aptidão” e quem tem mais “necessidade”. Enquanto isso, nenhum de vocês trabalha, ninguém fica com o leite e as vacas morrem de fome.

Comunismo Russo
Você tem duas vacas. Você deve cuidar delas, mas o Governo fica com todo o leite. Você consegue desviar parte do leite, ilegalmente, para vendê-lo no mercado negro.

Perestroika
Você tem duas vacas. Você deve tomar conta deles, mas a Máfia fica com todo o leite. Você consegue desviar, ilegalmente, parte do leite para vendê-lo no mercado “livre”.

Comunismo Cambojano
Você tem duas vacas. O Governo toma as duas e lhe dá um tiro na cabeça.

Ditadura Militar
Você tem duas vacas. O Governo fica com as duas e leva você preso para ser torturado.

Totalitarianismo
Você tem duas vacas. O Governo fica com as duas e nega a existência delas. O leite é proibido.

Democracia Ideal
Você tem duas vacas. Seus vizinhos decidem quem fica com o leite.

Democracia Representativa
Você tem duas vacas. Seus vizinhos escolhem uma pessoa que irá decidir quem fica com o leite.

Parlamentarismo Inglês
Você tem duas vacas. Você as alimenta com miolos de ovelhas e elas ficam loucas. O Governo não faz nada.

Burocracia
Você tem duas vacas. A princípio, o Governo regulamenta o tipo de alimento que elas devem consumir e em quais dias você pode extrair-lhes o leite. Então, você é pago para não extrair o leite. Depois disso, o Governo fica com as duas vacas, mata uma delas, tira o leite da outra e joga o leite na privada. Finalmente, ele exige que você responda legalmente pelo sumiço das duas vacas.

Anarquia Ideal
Você tem duas vacas. Ou você vende o leite a um preço justo para os seus vizinhos ou eles tentarão tomar suas vacas e matar você.

Capitalismo Ideal
Você tem duas vacas. Você vende uma delas e compra um touro.

Capitalismo
Você não tem vaca alguma. O banco não vai lhe emprestar dinheiro para comprar vacas, porque você não possui vacas para empenhar como garantia.

Ambientalismo
Você tem duas vacas. O Governo o proíbe de extrair o leite ou matá-las.

Politicamente Correto
Você está associado (o conecito de “ter” é um símbolo falocêntrico de um passado intolerante e belicista) dois bovinos de gênero não-especificado (isso não representa importância) e de idades distintas (mas de valor não menos imprescindível para a sociedade). Você morre enquanto decide sobre os dilemas éticos e morais das ações de extrair o líquido láctico naturalmente produzido pelos animais (que não por isso são inferiores aos seres ditos humanos e de igual importância para a assim chamada “sociedade”).

Surrealismo
Você tem duas girafas. O Governo obriga você a ter aulas de acordeão.

Feudalismo
Você tem duas vacas. Seu Senhor fica com parte do leite.

Socialismo Ideal
Você tem duas vacas. O Governo as confisca e as coloca em um sítio com as vacas de todas as outras pessoas. Você precisa tomar conta de todas as vacas. O Governo lhe fornce todo o leite de que você precisa.

Socialismo Burocrático
Você tem duas vacas. O Governo as confisca e elas são colocadas em um sítio com as vacas de todas as outras pessoas. Ex-criadores de galinhas são chamados para cuidar das vacas. Você precisa tomar conta das galinhas que antes pertenciam aos criadores de galinhas. O Governo lhe dá todo o leite e ovos que os regulamentos dizem que você precisa.

Fascismo
Você tem duas vacas. O Governo toma as duas, emprega você para tomar conta delas e lhe vende o leite.

Comunismo Ideal
Você tem duas vacas. Seus vizinhos o ajudam a tomar conta delas e todos vocês dividem o leite.

Comunismo do Mundo Real
Você compartilha duas vacas com os seus vizinhos. Você e seus vizinhos brigam para decidir quem tem mais “aptidão” e quem tem mais “necessidade”. Enquanto isso, nenhum de vocês trabalha, ninguém fica com o leite e as vacas morrem de fome.

Comunismo Russo
Você tem duas vacas. Você deve cuidar delas, mas o Governo fica com todo o leite. Você consegue desviar parte do leite, ilegalmente, para vendê-lo no mercado negro.

Perestroika
Você tem duas vacas. Você deve tomar conta deles, mas a Máfia fica com todo o leite. Você consegue desviar, ilegalmente, parte do leite para vendê-lo no mercado “livre”.

Comunismo Cambojano
Você tem duas vacas. O Governo toma as duas e lhe dá um tiro na cabeça.

Ditadura Militar
Você tem duas vacas. O Governo fica com as duas e leva você preso para ser torturado.

Totalitarianismo
Você tem duas vacas. O Governo fica com as duas e nega a existência delas. O leite é proibido.

Democracia Ideal
Você tem duas vacas. Seus vizinhos decidem quem fica com o leite.

Democracia Representativa
Você tem duas vacas. Seus vizinhos escolhem uma pessoa que irá decidir quem fica com o leite.

Parlamentarismo Inglês
Você tem duas vacas. Você as alimenta com miolos de ovelhas e elas ficam loucas. O Governo não faz nada.

Burocracia
Você tem duas vacas. A princípio, o Governo regulamenta o tipo de alimento que elas devem consumir e em quais dias você pode extrair-lhes o leite. Então, você é pago para não extrair o leite. Depois disso, o Governo fica com as duas vacas, mata uma delas, tira o leite da outra e joga o leite na privada. Finalmente, ele exige que você responda legalmente pelo sumiço das duas vacas.

Anarquia Ideal
Você tem duas vacas. Ou você vende o leite a um preço justo para os seus vizinhos ou eles tentarão tomar suas vacas e matar você.

Capitalismo Ideal
Você tem duas vacas. Você vende uma delas e compra um touro.

Capitalismo
Você não tem vaca alguma. O banco não vai lhe emprestar dinheiro para comprar vacas, porque você não possui vacas para empenhar como garantia.

Ambientalismo
Você tem duas vacas. O Governo o proíbe de extrair o leite ou matá-las.

Politicamente Correto
Você está associado (o conecito de “ter” é um símbolo falocêntrico de um passado intolerante e belicista) dois bovinos de gênero não-especificado (isso não representa importância) e de idades distintas (mas de valor não menos imprescindível para a sociedade). Você morre enquanto decide sobre os dilemas éticos e morais das ações de extrair o líquido láctico naturalmente produzido pelos animais (que não por isso são inferiores aos seres ditos humanos e de igual importância para a assim chamada “sociedade”).

Surrealismo
Você tem duas girafas. O Governo obriga você a ter aulas de acordeão.

HANDYVAC

Os robôs do Hypervoid têm esta linda função:

Image hosted by Photobucket.com

H.Y.P.E.R.V.O.I.D.: Humanoid Yearning for Peacekeeping and Efficient Repair/Violence and Online Infiltration Device

Os robôs do Hypervoid têm esta linda função:

Image hosted by Photobucket.com

H.Y.P.E.R.V.O.I.D.: Humanoid Yearning for Peacekeeping and Efficient Repair/Violence and Online Infiltration Device

Ops

Quando as coisas dão realmente erradas:

Quando as coisas dão realmente erradas:

Tattoo You?

Andy Sakai é um tatuador com muito orgulho de suas heranças orientais. Cansado de ver adolescentes pdeirem para que ele tatuasse frases em ideogramas sem nem saber ao certo o que queriam dizer, ele resolveu se vingar. Por exemplo: em uma menina, que queria a palavra “princesa” em japonês nas suas costas, ele tatuou “prostituta”. Ela só veio a saber vários meses depois. Em um outro cara, que queria as palavras “força” e “honra”, ele tatuou “pau pequeno”. Em outra menina, que queria a frase “deusa da beleza” acima do seu umbigo, ele tatuou na verdade “enfie uma galinha aqui”.

“Acho que estou ajudando a humanidade ao marcar as pessoas estúpidas”, disse o tatuador, que já ganhou vários prêmios. “Não é um crime, é um serviço público”.

Isso é genial. Grafites em pessoas mocorongas. Vejam mais sobre a história toda aqui, com fotos.

Andy Sakai é um tatuador com muito orgulho de suas heranças orientais. Cansado de ver adolescentes pdeirem para que ele tatuasse frases em ideogramas sem nem saber ao certo o que queriam dizer, ele resolveu se vingar. Por exemplo: em uma menina, que queria a palavra “princesa” em japonês nas suas costas, ele tatuou “prostituta”. Ela só veio a saber vários meses depois. Em um outro cara, que queria as palavras “força” e “honra”, ele tatuou “pau pequeno”. Em outra menina, que queria a frase “deusa da beleza” acima do seu umbigo, ele tatuou na verdade “enfie uma galinha aqui”.

“Acho que estou ajudando a humanidade ao marcar as pessoas estúpidas”, disse o tatuador, que já ganhou vários prêmios. “Não é um crime, é um serviço público”.

Isso é genial. Grafites em pessoas mocorongas. Vejam mais sobre a história toda aqui, com fotos.

“Adevogado”

“Disse ter disparado tiros contra a vítima porque esta ‘ameaçou de bater na esposa do depoente’; daí o depoente dizendo ‘em mulher minha ninguém bate a não ser eu’, encarou a vítima e deu três ou quatro tiros; não queria acertar a vítima, queria apenas assustá-la.” (Do interrogatório de um réu, em Passo Fundo; apelação julgada pela 1ª Câmara Criminal do TJRS em 17.09.2003).

“Excelência, o caso em tela impõe drásticas medidas pelo Judiciário, eis que os autores estão sendo verdadeiramente roubados pela ré, sem qualquer autorização desta”. (Trecho de uma réplica, na 1ª Vara Cível do foro central de Porto Alegre).

“Meu cliente levou um soco nos oios, uma garrafada nos cornos, um chute no saco e algumas pauladas na bunda”. (Trecho literal de petição inicial, em ação de indenização, na 7ª Vara Cível de Porto Alegre, relativa à agressão sofrida pelo freqüentador de uma boate).

“Disse ter disparado tiros contra a vítima porque esta ‘ameaçou de bater na esposa do depoente’; daí o depoente dizendo ‘em mulher minha ninguém bate a não ser eu’, encarou a vítima e deu três ou quatro tiros; não queria acertar a vítima, queria apenas assustá-la.” (Do interrogatório de um réu, em Passo Fundo; apelação julgada pela 1ª Câmara Criminal do TJRS em 17.09.2003).

“Excelência, o caso em tela impõe drásticas medidas pelo Judiciário, eis que os autores estão sendo verdadeiramente roubados pela ré, sem qualquer autorização desta”. (Trecho de uma réplica, na 1ª Vara Cível do foro central de Porto Alegre).

“Meu cliente levou um soco nos oios, uma garrafada nos cornos, um chute no saco e algumas pauladas na bunda”. (Trecho literal de petição inicial, em ação de indenização, na 7ª Vara Cível de Porto Alegre, relativa à agressão sofrida pelo freqüentador de uma boate).

Saturday, August 30, 2003 at 12:49 PM

“Senhor secretário, faça a chamada dos vereadores em ordem analfabética”. (De um então-presidente da Câmara Municipal de um município de Santa Catarina, ao abrir os trabalhos).

“Senhor secretário, faça a chamada dos vereadores em ordem analfabética”. (De um então-presidente da Câmara Municipal de um município de Santa Catarina, ao abrir os trabalhos).

Bar do Chico

É inacreditável como as pequenas empresas levam a sério sua presença na Internet! Não deixem de visitar a indescritível página do Bar do Chico. Cliquem aqui para chegar lá e não deixem de clicar nos links laterais da página, que abrem fotos impagáveis.
Obrigado ao meu amigo Marlos, que me mandou essa.

É inacreditável como as pequenas empresas levam a sério sua presença na Internet! Não deixem de visitar a indescritível página do Bar do Chico. Cliquem aqui para chegar lá e não deixem de clicar nos links laterais da página, que abrem fotos impagáveis.
Obrigado ao meu amigo Marlos, que me mandou essa.