“Death came in like thunder”

Parece que ambient é a trilha do quase morte. Mais epecificamente, cientistas descobriram que esta faixa de ambient drone, de um músico grego de new age dos anos 70, é a que mais se aproxima do som que teria sido ouvido pelas pessoas que passaram pela experiência de quase morte e penetrado naquele tal túnel de luz etc e tal.

Escutem:

Perdão pela imagem.

Bem, de qualquer forma, me pareceu irônico (e, se eu fosse paranoico e pessimista, teria achado também alarmante) que a ambient music tenha ganho força redobrada justamente agora, na esquisitíssima década de 10.

Traduzi hoje 4431 palavras, cerca de nove páginas. É mais ou menos a média diária com a qual me sinto confortável, em termos de tradução, para este livro e tendo que compartilhar as traduções com meu day job diário. Muito menos do que isso é pouco e mais do que isso fica mais cansativo do que eu gostaria.

Mais de 30 pessoas demitidas do jornal O Dia, onde trabalhei entre 1999 e 2001, como sub-editor do caderno semanal de informática e tecnologia (e onde mantive ainda uma coluna sobre games). mais uma da série de demissões em massa recentes que têm assolado o jornalismo impresso. Entendo que o jornalismo impresso não tenha meios de competir com o imediatismo da Internet, mas continua sendo algo triste, ainda que o taoista em mim ache tudo isso normal. Mais triste ainda por ser no Brasil, onde os motivos da crise passam ainda por analfabetismo funcional, crença na capacidade do Facebook de mostrar notícias e multiplicação de blogs escritos por pessoas que não sabem concatenar as frases com seus respectivos e supostos (e bota supostos nisso) raciocínios.

De certa forma me deu um alívio por ter sido demitido ainda em 2001, quando o jornalismo ainda existia, em seus estertores. Fiquei amargos, longos e traumáticos cinco anos e meio fazendo frilas mal pagos/procurado emprego, mas foi o “estímulo” final para que eu abandonasse de vez essa profissão, da qual nunca realmente gostei. Tendo acontecido em 2001, fez com que eu tivesse tempo para virar funcionário público, ter estabilidade e escapar dessas demissões recentes, muito mais avassaladoras e sem luz no fim do túnel, pois agora nem há para onde correr.

OUVINDO: The Handsome Family.

LENDO: O livro que estou traduzindo.

VENDO: O ocasional episódio (que dá nome a este post) da ótima série policial Longmire.